Telefone: (11) 3522-3222 | Whats: (11) 96858-7485

Bateria

Sobre o Curso

O Curso de Bateria do Bateras Beat Mooca conta com uma Metodologia Própria dividida em níveis de dificuldade (do iniciante ao avançado) e que aborda todos os tópicos do instrumento (como Fundamentos e aprimoramentos na Teoria Musical e da Bateria, Coordenação, Independência, Técnicas de Mão, Velocidade e Precisão, Rudimentos e suas Aplicações na Prática, Pedal Duplo, Samba, Blues, Rock, Gospel, Pop, Jazz, entre outros).

Aqui TODOS podem aprender a tocar independente de idade, talento ou estilo musical.

Através do Nosso Curso e de Nossa Metodologia você entrará em contato com tudo o que é necessário para se iniciar no mundo da Bateria, se aprimorar, se tornar um grande músico e por fim, subir aos palcos. Nossas aulas se adaptam ao aluno e são focadas em ajudar o aluno a alcançar seus objetivos da forma mais clara e fácil possível. Nosso corpo de Professores é formado apenas pelos melhores na área do Ensino Musical, com décadas de experiência e especializados em todos os estilos musicais.

Nossas aulas são individuais e semanais com 1 hora de duração, e com um grande diferencial: 1 hora de Estudo por semana na Sala de Aula, com todo o acesso à nossa infraestrutura do mais alto padrão.

Nossos Professores

(Clique nas fotos para saber mais sobre cada professor)

  • Tony Karpa
    Sobre o Professor

    Nascido em Aracaju, Sergipe, Tony Karpa encontrou nos batuques diários e aleatórios seu talento. Baterista desde garoto, aos 14 anos começou a estudar o instrumento e, hoje, acumula quase 20 anos de experiência, estrada e histórias pra contar.

    Na trajetória do músico, ganham destaque sua atuação como instrutor do Centro de Aprendizagem Musical (CAM) e do Instituto de Bateria Bateras Beat em Aracaju. Além disso, integrou as bandas sergipanas Mamutes e S.D.A, e trabalhou com o quinteto Jazz de A a Z, também de Sergipe, em um projeto de standards. Já em São Paulo, acompanhou músicos como Beto Vasconcelos (BA), Igor Brasil (SE), Denise Diniz (BA), Tatá Erê (Brasil-Chile), Jôse Lelis (BA) e Mauro Mesaque (CE), além das bandas Corcel (SP), Fogo Corredor (SE-SP), Banda LaMota (SP), Liars (SP), FidiDeus (ES), entre outros.

    Sua formação musical está atrelada a importantes nomes da música, como os músicos norte-americanos Thomas Pridgen (ex-baterista da banda The Mars Volta) e Billy Rymer (baterista da banda The Dillinger Scape Plan), e dos brasileiros Rafael Barata (excursiona o mundo acompanhando vários artistas de Jazz, Soul e R&B), Jean Dolabella, baterista da banda Ego Kill Talent e responsável pelo estúdio Family Mob, que também tocou nas bandas Sepultura e Udora; Rafael Jr., baterista da banda Snooze e integrante da Orquestra Sinfônica de Sergipe (Orsse); Dino Verdade, fundador do Instituto de Bateria Bateras Beat e ex-integrante da Orquestra Sinfônica de  Brasília e da banda Stink Finger; e Zé Eduardo Nazário, baterista e percussionista com 50 anos de carreira.

    Atualmente, Tony Karpa é músico de estúdio, e integrante das bandas Azuado e One Last Sunset, fazendo a conexão Sergipe-São Paulo. Seu último trabalho lançado foi o single The Insipid Valley of Death, com a banda One Last Sunset e direção musical de Jean Dolabella, no estúdio Family Mob pela plataforma Converse Rubber Tracks. Como professor, já deu aula para mais de 200 alunos e hoje atua no Instituto de Bateria Bateras Beat em São Paulo, unidade Mooca.

  • Hariel Queiroz
    Sobre o Professor

    Hariel Queiroz iniciou seus estudos em 2001, no projeto Genesis, no qual permaneceu por dois anos. Desde então, estudou em diversos outros lugares, buscando ampliar conhecimento e aprimorando as técnicas do instrumento.

    Dois professores bastante importantes em sua formação foram:  Diego Gil (IP&T) e Cleber de Almeida.

    Sua vida profissional começou em 2007 tocando em bares, festivais, hotéis e eventos.

    Em 2009, principiou seu caminho didático no Bateras Beat (unidade de Atibaia). Em 2012, participou como baterista do musical infantil “O menino azul”, se apresentando duas vezes no Festival de Inverno de Atibaia.

    Atualmente, faz parte do projeto “Mob Blues” e atua como músico freelancer.

  • Guilherme Mürbach
    Sobre o Professor

    Começou a tocar Bateria aos 5 anos de idade e aos 8 já participava das bandas locais de sua cidade natal, São José do Rio Preto. Estou nas melhores escolas da região, e foi auto didata até cerca de seus 12 anos, quando começou a se especializar no instrumento. Se destaca por sua velocidade, técnicas de mão e especialização em gêneros como Rock Progressivo e Heavy Metal. Hoje é professor e coordenador geral do Bateras Beat Mooca e músico freelancer.

  • Yuri Alexander
    Sobre o Professor

    Yuri Alexander iniciou seus estudos de bateria aos 8 anos, em São Paulo. Cresceu cercado por música,
    acompanhando o trabalho de seu pai maestro, e de sua mãe pianista.
    Participou do FICO, sendo premiado por dois anos consecutivos.

    Estuda com grandes nomes da bateria, como Amilcar Christófaro (Torture Squad), Aquiles Priester (Hangar,Noturnall, About2Crash, Tony MacAlpine), Alan Marques (Sangrena), Dámaso Cerruti e Mestre Dinho Gonçalves, além de ter participado de diversos Workshops e Master classes de Thomas Lang, Horacio "El Negro" Hernandez, Vinnie Appice, Dave Lombardo, John Tempesta, Dom Famularo, Quintino Cinalli, entre outros.

    Desenvolve intensa atividade como professor, instrutor e freelancer dentro do Heavy Metal, do Rock e dos Ritmos Latinos e Africanos. Atualmente, integra as bandas de Heavy Metal Heresy - Pantera Tribute, Illuhmina e FireGun, além do Grupo de Percussão Iyá-Batá.

  • Clodoaldo Barboza
    Sobre o Professor

Nossa Estrutura

Nossa sala de aula é totalmente preparada para o Estudo da Bateria e é equipada com os melhores equipamentos e tecnologias para facilitar o aprendizado: Sala acústica com isolamento e tratamento acústico, climatizada, equipada com Duas Baterias Pearl Export (um para o professor e outra para o aluno), Pedal Duplo Pearl Eliminator em ambas as baterias, set completo de Pratos Orion, metrônomo, fones de ouvido e espelhos frontais e laterais para correção de técnica e postura.

Nossa estrutura é preparada para se tocar da forma mais focada possível, facilitando assim o desenvolvimento

Práticas de Banda

Todos os Cursos do Bateras Beat Mooca possuem uma Aula de Prática de Banda.

Realizadas uma vez por mês, as Aulas de Prática de Banda tem como foco tirar o aluno apenas do ambiente de Estudo e levá-lo para o ambiente de se tocar em um conjunto com outros alunos.

A prática de banda é extremamente importante pois trabalha:

  • Capacidade de Improvisar

  • Aplicação dos estudos na prática

  • Retirar o medo e a vergonha de se tocar na frente de outras pessoas

  • Dinâmica de se tocar em grupo

  • Desenvolvimento de composição

  • Diferenças de se tocar uma música acompanhando CD e Ao Vivo.